15.9.10

Provas de fogo

Passei ontem à noite com distinção (e ajuda dos amigos porque a dada altura vacilei e pedi uma passa mas não me deram e eu não insisti) uma das provas de fogo para quem está a tentar deixar de fumar: um concerto. Ah pois é. Os Supertramp tocaram ontem no Pavilhão Rosa Mota no Porto. E eu fui. E não fumei. Batam palmas se fazem favor. E gostei muito do concerto e teria gostado muito mais se tivesse fumado um cigarrito, mas pronto, não se pode ter tudo. Quero ver lá para o dia 23 ou 24, como é que vai ser. Preparem os tambores. Vou ovular. Vai ser lindo.

17 comentários:

Maya disse...

8 dias. clap clap (a sério!, para quem fumava mais de 20 por dia. grande Jac!)

Aguenta firme (coração)!. :)

jacklyn disse...

Ai Maya, é muito ruim, é o que te digo. Ando parva que eu sei lá, apetece-me chorar. Logo eu, que chorar é coisinha que nem me ocorre. Podia dar-me para espetar uns pares de estalos às minhas colegas e uns biqueiros aos móveis, não era? Seria tão mais divertido. Beijos. Obrigada.

Isa disse...

Mulher, se te apetece chorar, chora caramba, mas não desistas! tá quase quase quase!

força!!

jacklyn disse...

LOL! Isa, obrigada. Mas tá quase quase quase o quê? Esta merda não acaba, o quase vai ser eterno, ah pois é! Vai ser quase quase quase todos os dias. Mas valeu a força! Kiss.

Filipa disse...

"basta um para foder tudo"
(não ligues; estou sempre desfazada de tudo)
Que se foda o contexto, Esta frase está um espectáculo.

jacklyn disse...

É tão verdade. Vamos nós todas lampeiras, cheias de peito e o caralho e pimba, vem um e fode tudo. Um cigarro, claro está.

Tu desfazada? Deixa-me rir. Essas antenas não páram, é o que é.

Filipa disse...

tudinho. Literalmente, à grande e à francesa.
E esta merda faz um mal do caralho ao coração. Olha eu que agora passo a vida a medir tesões, ai foda-se, a medir tensões, ali mesmo coladinha aos velhinhos.
Esta merda dá cabo de nós.
Os cigarros.

pedro barbacã disse...

aqui toda a gente fuma. é uma coisa parva.

vê lá, não comeces mas é a roer as unhas para compensar a falta de tabaco.

jacklyn disse...

É do caralho Filipa, andar coladinha aos velhinhos. Eu andei seis meses a fazer controlo do sangue, no meio deles. Um mimo. Mas nessa altura ainda fumava, foda-se. E vingava-me. E bem.

jacklyn disse...

Não Pedro, mais depressa me meto na bebida do que a roer as unhas. E daí também não, mais depressa me meto na comida. Acho. Ou não. Pensando bem, acho que nada compensa a falta de tabaco. Nada mesmo. Que tristeza.

PWFH disse...

Clap, cla, clap, clap palminhas!

Pulha Garcia disse...

Palmas de pé, minha querida.

pedro barbacã disse...

nem unhas, nem bebida, nem comida. vinga-te com sexo! é o mais saudável.

e já agora, tens o meu maior respeito pela iniciativa. espero que seja para durar!

jacklyn disse...

Oh Pedro, isso é muito giro de se dizer. É que eu gosto de fumar um cigarro depois de... de coiso, tás a ver? E digo-te, é um desconsolo ;-) Como em tudo, é um desconsolo depois do sexo, depois do café, depois do almoço e do jantar, enfim, um desconsolo total. Mas vou parar de me queixar que já meto nojo.

Tenho, basicamente, de valorizar as coisas boas que precedem normalmente os cigarros e não deixar que a falta deles se lhes sobreponha, certo?

pedro barbacã disse...

certo!

grassa disse...

Substitui o cigarro pós-coito por mais coito.

Vais ver que te sabe melhor.

jacklyn disse...

É bem grassa. E depois mais coito, e depois mais coito, e depois mais coito, e assim sucessivamente... never ending story. Não faço mais nada da minha vida. É bem grassa.