11.5.11

Ossos

A respeito das dietas e do peso ideal para a altura digo desde já que não pretendo nem nunca pretendi ser agora manequim, era o que me faltava. Dizem-me que o peso deve ser igual ao número de centímetros da altura, menos dez. Assim sendo, o meu peso ideal deveria ser 52 Kgs. Credo! Eu, com 52 Kgs, primeiro em vez de mamas teria peles dependuradas, depois os ossos das ancas ficavam que nem duas pistolas, espetados para fora, e os ombros, nem quero pensar nos ombros, ia parecer directamente saídinha de um vídeo da Lady Gaga com um daqueles casacos com as ombreiras tipo cadeirão de orelhas, mas sem precisar de ombreiras, mas tudo isto, sem conseguir entrar um tamanho 36, ah pois (tenho para mim que nem o meu esqueleto limpinho, sem vestígio de carne, caberia num tamanho 36). Para não falar da cara, que ia meter medo aos mortos. Eu, assim devagarinho, se conseguir chegar a pesar 60 Kgs (que era o que eu pesava há um ano e meio atrás) fico toda contente, mas mesmo toda contente.

6 comentários:

Laura disse...

Nunca tinha ouvido falar dessa. Peço desculpa pela intromissão...

Então eu com 1,76. Devia pesar 66? Por acaso não fica muito fora da coisa sei que o meu peso ideal é entre os 60 e 65.

Mas não sei o que se passa comigo desde o principio do ano. Até sei. Estou nos míseros 54. E nem com big macs vai ao sitio.

É deprimente ter que voltar aos soutiens de à oito anos atrás...

jacklyn disse...

Não é intromissão nenhuma, então? :)

Acho que esta regra é certa, mas não acredito que seja geral, deve variar mediante a idade e outros factores também, porque ponho o meu pescoço que o peso ideal de uma mulher de 35 anos, que já pariu duas crianças seja o mesmo de uma mulher de 20 anos e sem filhos, nem tão pouco o de uma mulher de 60 anos já na menopausa, ainda que todas tenham a mesma altura. Vai daí, não te preocupes muito com isso, acho eu, tens é de te sentir bem e ser saudável. Eu não me sinto bem com este peso, a roupa que tenho não me serve e fico lixada. Quanto ao resto, sobre as mamas, como te compreendo... :)

Laura disse...

Quanto à roupa também me queixo do mesmo. Mas no oposto. Até podia fazer aqueles anúncios em que mostram as calças largas na cintura. E eu que não sou pessoa de andar a comprar roupa. Perdi anca, barriga e peito. Foi-se tudo ao ar! Assim sem pedir qualquer tipo de autorização.

É que até o meu homem já me faz o almoço como quem diz. Querida alimenta-te. Assim tenho a certeza que comes bem.

Ao principio ele atrofiou muito. Porque no mês que perdi peso foi no mês que estivemos sem nos ver. De repente apareço ao pé dele. Querida pareces uma tábua de passar a ferro. E eu querido também não podes falar muito...

Até a gata perdeu peso pá. Isto é do ar. Só pode.

Junkie Jones disse...

Não me levem a mal, mas isto até parece um daqueles filmes do Bucha e Estica.

Laurel et Hardy, n'est-ce pas ?

jacklyn disse...

Et pourquoi pas Junkie? Je ne vois aucun problème :)

Bípede Falante disse...

O bonito está na proporção e na harmonia. Aí, a criatura pode ser mais ou menos ou mais ou menos cheinha.
beijos